Início > NBA > NBA ► Sai pra lá, pé-de-pato, mangalô, três vezes! Suns espanta reação do Spurs e vence verdadeiro duelo de três contra três

NBA ► Sai pra lá, pé-de-pato, mangalô, três vezes! Suns espanta reação do Spurs e vence verdadeiro duelo de três contra três

San Antonio Spurs 102 x 111 Phoenix Suns
Semifinal Conferência Oeste
(0 x 1)

Todo mundo que acompanha a NBA sabe que rola uma freguesia já um tanto histórica entre Phoenix Suns e San Antonio Spurs. Joguem o que estiverem jogando, por melhor que o Suns esteja, sempre o Sol tem se posto mais cedo em Phoenix quando encontram o Spurs pela frente.

No jogo 1 da série por uma das semifinais da Conferência Oeste, realizado ontem á noite, parecia que toda essa história fazia parte de um passado distante. O Suns jogava muito bem e até o início do terceiro quarto liderava com uma vantagem confortavelmente estabelecida acima dos 10 pontos. Mas, na metade do quarto, o Spurs simplesmente viraram o jogo e ainda abriram três pontos de diferença. Pânico em Phoenix: “De novo?”

Comandado por um estupendo Steve Nash (33 pontos e 10 assistências, na foto marcado por Tony Parker), porém, o Suns segurou a onda, ampliou mais ainda a vantagem que estabelecera no início e a 8min do fim vencia por tranquilos 14 pontos: 94 x 80. Tudo caminhava para um final feliz na terra do Sol no Arizona, se não houvesse um verdadeiro eclipse total do time local, que incrivelmente passou os quatro minutos seguintes sem marcar um ponto sequer e viu a diferença cair para um apavorante e mísero pontinho: 94 x 93! Haja coração, hein?

Mas o Suns conseguiu segurar mais essa reação do Spurs e garantiu a vitória no jogo 1 de uma série que promete bastante.

O mais curioso da partida é que, como ainda não ocorrera com nenhuma outra dos playoffs desta temporada, ela resumiu-se basicamente a um duelo de trios. De um lado, Steve Nash, Amare Stoudemire e Jason Richardson, que juntos anotaram nada menos que 83 pontos, 22 rebotes e 10 assistências (todas de Nash) para o Phoenix Suns. Do outro, Tim Duncan, Tony Parker e Manu Ginoboli registraram 73 pontos, 18 rebotes e 12 assistências para o San Antonio Spurs. Grandes atuações de quem que realmente esperamos que jogue assim nesses momentos decisivos da competição. Os demais jogadores praticamente se limitaram a assistir a esse duelo de dentro da quadra ou do banco de reservas. Para o bem geral e felicidade da nação local (e de Jason Richardson, foto), o Suns levou a melhor.

Agora é aguardar o jogo 2 para saber se o Phoenix Suns espanta sua crônica insegurança em relação ao San Antonio Spurs e consegue manter seu mando de quadra, sabendo de antemão que não será sempre que conseguirá abrir no placar a vantagem que conseguiu nesta abertura de série. Mesmo jogando em casa, não pode se dar ao luxo de novos apagões porque, como diria Muricy Ramalho, o basquete pune – e o Spurs também.

Anúncios
Categorias:NBA
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: