RSS

NBA ► Boston Celtics arrasa o Cleveland Cavaliers e fica a uma vitória da final da Conferência Leste

12 maio
Boston Celtics 120 x 88 Cleveland Cavaliers
Semifinal da Conferência Leste
(3 x 2)

Durante uma das históricas séries de playoffs que decidiram campeonatos entre Los Angeles Lakers e Boston Celtics, o Lakers espancou o tradicional rival. Sem dó nem piedade. Foi no jogo 3 das finais de 1984, realizado no legendário Forum de Inglewood: 137 a 104. O Lakers abria 2 x 1 na série e faria o jogo 4 também em casa. O Celtics tinha vantagem de mando de quadra, mas já perdera um jogo no não menos legendário Boston Garden.

O Lakers tinha Magic Johnson, Kareem Abdul-Jabbar e James Worthy. O Celtics era o de Larry Bird, Kevin McHale e Robert Parish. Inconformado com o resultado, Larry Bird simplesmente disse que seus colegas jogaram como mariquinhas. Na partida seguinte, o Celtics virou no finalzinho no Forum praticamente à base do tapa, num duelo de muito contato físico e que foi fundamental para o campeonato ganho pelos verdes de Boston em emocionantes sete jogos. Deem uma olhada no curto vídeo abaixo para terem uma ideia do que foi a coisa.





Por que me deu vontade de escrever isso? Por causa do jogo 5 da série entre Celtics e Cavaliers realizado ontem à noite em Cleveland. Aquilo que ocorreu nos anos 80 sempre me deixou a impressão de que, se você for realmente fazer mal ao Celtics, que o faça fechando uma série, nunca deixe haver um dia seguinte. Pois após o Massacre de Boston no jogo 3, o Celtics foi a Cleveland e humilhou o adversário. Se havia perdido em casa por inimagináveis 29 pontos de diferença, vingou-se vencendo por absurdos 32, com direito a vaias da própria torcida para LeBron James, que só foi acertar uma cesta lá pela metade do terceiro quarto, quando a vaquinha já estava quase chegando ao brejo com sininho e tudo.


E foi como um atropelamento, tudo meio rápido, de sem aviso. Apesar de LeBron estar numa noite terrível, o Cavs vencia por 29 x 21 a 9min52seg do fim do segundo quarto. Aí entrou num buraco que o só o fez marcar um ponto novamente (e foi um ponto mesmo, de lance livre) seis minutos depois, quando o Celtics já abria oito pontos de vantagem. E nunca mais o Cavs voltou à partida.

O trio Kevin Garnett, Ray Allen e o ressurgido Paul Pierce comandou o Celtics. Pierce (foto), desaparecido até então, forçou o jogo e foi o melhor em quadra, com 21 pontos, 11 rebotes e sete assistências. Pierce que pode ser um fator decisivo na série, pois, como escrevi antes, se a série está enroscada sem ele, com sua “volta” o Celtics ganha um grande trunfo.

No Cavs, destaque quase solitário para o veterano Shaquille O’Neal, com seus 21 pontos. LeBron fracassou miseravelmente, acertando apenas três de seus econômicos 14 arremessos de quadra. Interessante que, assim como Kobe Bryant fizera em relação a Russell Westbrook na série do Los Angeles Lakers contra o Oklahoma City Thundercats, LeBron pediu ao treinador para marcar Rajon Rondo, que estava destruindo os armadores adversários.

Marcando, LeBron nem foi tão mal, pois limitou bastante as ações de Rondo, mas esqueceu de jogar e seu time, de cuidar do resto do Celtics. Para o segundo tempo, o Cavs voltou à marcação habitual para tentar voltar ao jogo, ams deu tudo errado: só Shaq realmente estava no jogo, o trio de veteranos do Celtics seguiu dominante e até Rondo acabou entrando em cena, terminando com bons 16 pontos e sete assistências.

Dizem que pode ter sido o último jogo de LeBron em Cleveland com a camisa do Cavaliers, caso o time perca o jogo 6 e a série seja encerrada em Boston. Se isso acontecer, pena que tenha acabado em vaias. E creio que isso tenha ocorrido pela visão do torcedor de que LeBron estaria já com a cabeça mais em Nova York do que em Cleveland e por isso não estaria se esforçando tanto.

Agora vamos amanhã para o jogo 6 de uma série onde tudo pode acontecer. Se houver um mínimo de lógica, esse jogo deve ser bastante enroscado, mas com o Celtics não perdendo a oportunidade de fechar o Cavs. Mas tudo pode acontecer, o Cavs pode entrar furioso, LeBron fazer um jogo de King James, do mesmo modo que pode entrar abatido e ser presa fácil para o maior vencedor da história da NBA.

Após o duro choque de realidade do jogo 3, o Celtics parece estar concentrado no objetivo de fechar a série em casa. Como disse Garnett: “Não podemos voltar aqui. Não podemos nos arriscar a fazer um jogo 7 contra o melhor time do campeonato na quadra deles.”

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de maio de 2010 em NBA

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: