Início > NBA > NBA ► Embalado, Celtics bate Magic em Orlando e rouba mando de quadra

NBA ► Embalado, Celtics bate Magic em Orlando e rouba mando de quadra

Boston Celtics 92 x 88 Orlando Magic
Final Conferência Leste
(1 x 0)

Embalado após superar o Cleveland Cavaliers de LeBron James na semifinal, o Boston Celtics foi a Orlando e, à base de uma forte defesa, derrotou o Magic na primeira partida da final da Conferência Leste da NBA.


Talvez tenha sido a vitória do ritmo de jogo do Celtics sobre o descansado Magic, que assim conheceu sua primeira derrota nos playoffs desta temporada, já que havia varrido Charlotte Bobcats e Atlanta Hawks nas fases anteriores. Ou apenas tenha sido mais uma vitória de um time e uma franquia mais acostumados a decidir e vencer.

Paul Pierce voltou a produzir bem (22 pontos, nove rebotes e cinco assistências), o que faz uma baita diferença a favor do Celtics, mesmo em um dia em que Kevin Garnett arremesse muito abaixo de seus padrões (apenas quatro arremessos convertidos em 14). Também ajudou a compensar a má jornada do líder do time os bem-vindos 13 pontos de Rasheed Wallace, ainda assim jogando abaixo do que se espera. Além, claro, da boa partida de Ray Allen (foto), com seus 25 pontos e sete rebotes. Destaque na série anterior, Rajon Rondo foi apenas discreto. Principalmente, como costuma ser, o Celtics foi uma equipe de conjunto muito forte na defesa e competente no ataque.

Esse negócio de falta de ritmo de jogo eu acho meio questionável como desculpa para eventuais derrotas. Afina, o adversário estaria bem cansado. Mas que o Orlando Magic estava meio desconjuntado, isso lá estava. E inseguro. As jogadas não fluíam naturalmente e Dwight Howard fez uma partida horrível. Apesar de seus 12 rebotes, acertou apenas três de seus 10 arremessos e converteu sete erros não forçados. Foi uma atuação tão crítica de Howard que a torcida local deve ter lamentado o pouco tempo em quadra de seu reserva, o gigante polonês Marcin Gortat: com apenas 14 minutos em quadra, fez seis pontos (acertou três em três) e pegou cinco rebotes. Mas pior que o Super-Homem, foi Rashard Lewis: míseros seis pontos, acertando dois de 10 arremessos! O que ainda manteve as esperanças do time foi o esforço da dupla Vince Carter (23 pontos, enterrando na foto), muito ligado desde o início, e Jameer Nelson (20 pontos e nove assistências).

Terça-feira tem mais e o Magic com certeza entrará com outra atitude. Caso contrário, corre o risco de ser engolido na série.

Anúncios
Categorias:NBA
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: