RSS

COPA DO MUNDO 2010 ► Portugal massacra Coreia do Norte e está praticamente classificada para as oitavas de final

21 jun

Na última partida da Copa do Mundo 2010 no nosso horário de 8h30min (13h30min lá), em Durban, debaixo de muita chuva, Portugal aplicou sobre a Coreia do Norte uma das maiores goleadas da história das Copas e ficou muito próximo da próxima fase. Para perder a vaga, precisa ser derrotado pelo Brasil e a Costa do marfim precisa vencer os norte-coreanos por oito gols de diferença, em caso de derrota portuguesa pela diferença mínima. No caso de vitória do Brasil, Portugal termina em primeiro lugar no grupo.

Ao contrário da partida contra o Brasil, a seleção asiática entrou jogando aberto em busca do gol. Por um momento (uns 30 minutos), os portugueses meio que se surpreenderam com essa postura, pois mesmo desperdiçando chances, viam a meta de Eduardo ser ameaçada algumas vezes.

Para mim, era tudo questão de quem marcasse primeiro, porque um jogo de futebol vive muito de circunstâncias. Será que se a Nova Zelândia não marcasse logo no início, em seu primeiro ataque, a Itália teria uma atuação tão desestruturada tática, técnica e, principalmente, emocionalmente?

Por isso até imagino qual poderia ter sido a ideia do treinador da Coreia do Norte: arriscar sair na frente e depois cair naquela compacta retranca que quase empacou a seleção brasileira, jogando em cima de um possível nervosismo português. Assim teria chance de conseguir um bom resultado e até lutar pela classificação. O problema, ao meu ver, é que o time pareceu não saber como agir após o primeiro gol de Portugal. Ingenuamente seguiu atacando, só que com as pernas mais cansadas, o que abriu verdadeiros latifúndios para contra-ataques que acabaram se revelando mortais, especialmente no segundo-tempo. Faltou um sensato toque de recuar.

Até o gol de Raul Meireles, aos 29′ da primeira etapa, os norte-coreanos tiveram suas chances. Por exemplo, aos 10′, o lateral Cha Jong Hyok quase acertou o ângulo superiro esquerdo de Eduardo, chutando de fora da área. Aos 13′, após uma boa tabela, Jong Tae Se não dominou quando estava livre à frente do gol. Aos 17′, Tae Se lançou na direita o capitão Hong Yong Jo, que soltou uma bomba que Eduardo rebateu para frente e a bola ainda foi cabeceada por cima. Aos 20′ foi a vez de An Yong Hak bater rasteiro de perna esquerda, assustando o goleiro português. Três minutos depois foi o lateral esquerdo Kwang Chon que cortou para a perna direita e chutou com perigo. Bom número para um time limitado e bem mais fraco que o adversário.

Aos 28′, um lance que poderia ter feito valer a estratégia norte-coreana. Yong Jo tabelou e recebeu dentro da área na direita do ataque. Um zagueiro português já chegava atrasado e derrubando o adversário, quando o bandeira assinalou um impedimento absolutamente inexistente. Havia três defensores dando condição de jogo. Cobrada a infração, Tiago enfiou uma bola simplesmente maravilhosa entre os zagueiros para Simão Sabrosa bater de primeira e marcar. Aí acabou o jogo. Daí até o fim do primeiro tempo Portugal já podia ter ampliado. Ficou para depois do intervalo.

Antes do gol, claro, Portugal também tinha desperdiçado boas chances, tanto que logo aos 2′ Ricardo Carvalho cabeceou no travessão, após cobrança de escanteio e péssima saída do goleiro Myonge Guk. Sem Deco, machucado, Carlos Queiroz fez o meio com Pedro Mendes, Raul Meireles e Tiago, optando ainda por Miguel na lateral direita e sacando Liedson para a entrada de Hugo Almeida Com Cristiano Ronaldo apagado (só apareceu depois que a porteira coreana estava arrombada), as melhores jogadas do time saíam dos pés do lateral esquerdo Fabio Coentrão, que chegou várias vezes à linha de fundo, como aos 25′, quando foi driblando como verdadeiro ponta até o fundo e cruzou para a zaga salvar antes da conclusão de Almeida. Jogada que repetiu aos 43′, com a bola cruzando toda a pequena área sem ninguém completar para o gol. Pela direita, Simão também levava perigo, como aos 44′, quando entrou driblando e centrou com muito perigo.

No segundo tempo, só vale recordar os gols, que já foram muitos, senão o post não termina. Aos 8′, Raul Almeida tabelou com Almeida e deixou Simão livre para marcar. Aos 11′, Coentrão escapou pela esquerda e colocou a bola na cabeça de Almeida: 3 x 0. Aos 15′, contra-ataque rápido pela esquerda, Ronaldo avançou e recuou a bola para Tiago chapar para a rede. Aí Portugal deu uma respirada para um último arranque nos minutos finais. Aos 36′, Duda mandou para a área, o zagueiro furou e Liedson fuzilou de primeira: 5 x 0. Aos 42′, finalmente Ronaldo deixou o seu, após uma saída de bola da defesa que o deixou sozinho com o goleiro. E, finalmente, aos 44′ Tiago cabeceou para dar números finais ao placar, completando cruzamento mais uma boa jogada de Coentrão: 7 x 0.

Na Coreia do Norte, enquanto o time conseguiu jogar, apareceu bem o capitão Hong Yong Jo. Alguns números interessantes: apesar do massacre e das 26 finalizações portuguesas, a Coreia ainda conseguiu chutar 15 bolas para o gol adversário. No primeiro tempo, os norte-coreanos não fizeram uma falta sequer, cometendo a primeira infração apenas aos 13′ da fase final. No total, foram apenas três faltas, contra 18 cometidas pelos jogadores de Portugal. Foi um desastre, mas não uma humilhação, como alguns veículos de imprensa gostam de “manchetar”, sempre à busca de sensacionalismo barato. Humilhação é mentir, vilipendiar, conspirar e outros verbos deprimentes que, infelizmente, são recorrentes na história da imprensa brasileira.

Na seleção de Portugal, o melhor foi o lateral esquerdo Fabio Coentrão, bem desde o início e chegando várias vezes à linha de fundo, participando ativamente da goleada. Tiago também teve muita boa atuação, Meireles se apresentou bem para as jogadas ofensivas e Simão tentou o tempo inteiro. Os demais cumpriram seu papel, aparecendo mais à medida que o jogo ficava mais fácil, como Cristiano Ronaldo.

Mas o melhor no estádio, mesmo, foi Eusébio, o lendário centroavante que tantas alegrias deu aos portugueses, um fenômeno de verdade, que assistiu feliz à goleada lusa.

Segue o link da página da Fifa sobre o jogo: Jogo 30: Portugal 7 x 0 Coreia do Norte.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de junho de 2010 em Copa do Mundo 2010, Futebol

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: