RSS

TÊNIS ► Set de 70 x 68 decide a partida mais longa da história do tênis

24 jun

A Copa do Mundo capitaliza o maior espaço na mídia de todo os continentes, mas, simultaneamente, seguem correndo competições de muitos outros esportes. Entre eles, o tênis, cujo mais tradicional torneio começou nesta semana e obrigou este blogueiro, fã de diversos esportes e tenista amador quando mais jovem, a desviar seu olhar da África para o Velho Continente.

Depois de 11h05min, 980 pontos, 183 games, 215 aces, uma pane no placar (que não conseguia acompanhar a contagem de games) e três dias de disputa, o norte-americano John Isner conseguiu finalmente derrotar o francês Nicolas Mahut na maior epopeia que o tênis presenciou em toda sua história.

John Isner (o mais alto) e Nicolas Mahut na foto que registra o momento histórico

Foi um feito tamanho que logo após o jogo ambos os tenistas foram homenageados pela organização do torneio, fora a ovação recebida do público, a essa altura completamente ensandecido.

O confronto valeu pela primeira rodada do supertradicional Torneio de Wimbledon e o placar final foi 4-6, 6-3, 7-6, 6-7, 70-68. Tudo começou na segunda-feira, quando o jogo foi duas vezes interrompido por falta de luz. Na terça-feira, só foi possível jogar mais 7h06min (o “só” ali foi ótimo, hein?). A continuação foi realizada nesta manhã e foram batidos, com muita folga, todos os recordes possíveis e imaginários de duração de uma partida de tênis.

Abaixo, alguns deles, tirados do site GloboEsporte.com:

PARTIDAS MAIS LONGAS DA HISTÓRIA
11h06m – John Isner x Nicolas Mahut – Wimbledon 2010, 1ª fase
6h33m – fabrice Santoro x Arnaud Clément – Roland Garros 2004, 1ª fase
6h22m – John McEnroe x Mats Wilander – Copa Davis, 1982 – Quartas de Final
6h21m – Boris Becker x John McEnroe – Copa Davis, 1987 – Playoffs do Grupo Mundial
6h04m – Horst Skoff x Mats Wilander – Copa Davis, 1989 – Quartas de Final

PARTIDA MAIS LONGA DE SIMPLES EM NÚMERO DE GAMES
183 – John Isner x Nicolas Mahut – Wimbledon 2010, 1ª fase – 6/4, 3/6, 6/7, 7/6 e 70/68
112 – Pancho Gonzales x Charlie Pasarell – Wimbledon 1969, 1ª fase – 22/24 1/6, 16/14, 6/3 e 11/9

PARTIDA MAIS LONGA DA HISTÓRIA EM NÚMERO DE GAMES
183 – John Isner x Nicolas Mahut – Wimbledon 2010, 1ª fase – 6/4, 3/6, 6/7, 7/6 e 70/68
122 – Smith/Van Dillen (EUA) x Cornejo/Fillol (CHI) – Copa Davis, 1973 – 7/9, 37/39, 8/6, 6/1e 6/3

QUINTO SET MAIS LONGO DA HISTÓRIA EM SIMPLES EM NÚMERO DE GAMES
70/68 – John Isner x Nicolas Mahut – Wimbledon 2010, 1ª fase – 6/4, 3/6, 6/7, 7/6 e 70/68
21/19 – Andy Roddick x Younes El Aynaoui – Austalian Open, 2003 – 4/6, 7/6, 4/6, 6/4 e 21/19

QUINTO SET MAIS LONGO DE SIMPLES EM WIMBLEDON EM NÚMERO DE GAMES
70/68 – John Isner x Nicolas Mahut – Wimbledon 2010, 1ª fase – 6/4, 3/6, 6/7, 7/6 e 70/68
20/18 – Mark Philippoussis x Sjeng Schalken – Wimbledon 2000, 3ª fase – 4/6, 6/3, 6/7, 7/6 e 20/18

SET MAIS LONGO DA HISTÓRIA EM UM GRAND SLAM EM NÚMERO DE GAMES
70/68 – John Isner x Nicolas Mahut – Wimbledon 2010, 1ª fase – 6/4, 3/6, 6/7, 7/6 e 70/68
25/23 – John Newcombe x Marty Reissen – US Open 1969, oitavas de final – 4/6, 6/3, 6/4 e 25-23

ACES DISPARADOS COMBINADOS EM UM JOGO
215 – John Isner x Nicolas Mahut – Wimbledon 2010, 1ª fase – 6/4, 3/6, 6/7, 7/6 e 70/68
96 – Radek Stepanek x Ivo Karlovic – Copa Davis 2009 – 6/7, 7/6, 7/6, 6/7 e 16/14
84 – Daniele Bracciali x Ivo Karlovic – Wimbledon 2005, 1ª fase – 6/7, 7/6, 3/6, 7/6 e 12/10

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de junho de 2010 em Esporte, Tênis

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: