Início > Esporte, Futebol > FUTEBOL ► Jogo do Duque de Caxias é marcado para 21h50min no Engenhão. É ou não é uma idiotice?

FUTEBOL ► Jogo do Duque de Caxias é marcado para 21h50min no Engenhão. É ou não é uma idiotice?

Tem coisas no futebol brasileiro que mostram claramente por que, apesar de eu achar os times e a competitividade muito maior, não pode ser levado nunca tão a sério como o europeu, por exemplo.

Hoje, terça-feira, está marcada para o Engenhão, na Zona Norte do Rio de Janeiro, a partida entre Duque de Caxias e Bragantino, válida pela segunda divisão do campeonato brasileiro. O Duque de Caxias, como diz o nome, NÃO é um time da cidade do Rio de janeiro. É de Duque de Caxias (dããã), na Baixada Fluminense. Clube novo, sem torcida, cujo apoio costuma ser apenas de moradores vizinhos que por ventura comecem a simpatizar pelo clube. O que não poderia ocorrer, claro, em nenhum outro lugar fora de Caxias.

Ano passado o Duque de Caxias estreou na segundo na meio por acaso e já como um time itinerante. Qual um nômade, o clube da Baixada joga em tudo que é lugar, menos na sua cidade. Até em Volta Redonda! E assim proporciona públicos constrangedores para o futebol profissional do país que mais títulos mundiais possui.

Hoje, aposto em menos de 50 pagantes. Parafraseando Nélson Rodrigues, qualquer paralelepípedo de porta de botequim apostaria também. Mas isso não parece incomodar os gênios que comandam o futebol brasileiro: a pútrida CBF e a emissora que detém os direitos de transmissão dos nossos campeonatos nacionais.

Imagino que o SporTV deva achar uma beleza exibir uma partida de futebol com aquele fundo imaculadamente azul das cadeiras do Engenhão, sem uma alma viva para quebrar o triste espetáculo monocromático. Não bastasse o fato do adversário nem em casa (Bragança Paulista) atrair torcida. Isso é espetáculo que se venda?

Só me permito imaginar coisas negativas diante de um quadro desses. Uma é que realmente a CBF e as Organizações Globo não estão nem aí para o futebol brasileiro, representado na figura dos clubes e de seus torcedores. Não gosto de usar linguagem chula ou vulgar, pois sempre acho falta de recurso linguístico e falta de respeito a quem lê, mas sinceramente: parece que eles literalmente defecam e seguem caminhando sem sequer olhar para trás.

É essa a imagem do futebol brasileiro que querem exportar para o mundo todo? Para os comentaristas da emissora que detém os direitos de transmissão, parece que sim, já que não se vê qualquer crítica à organização do campeonato e a esse horário imbecil de jogos que eles transmitem (dããã 2). Mantém aquela empáfia de quem tem algo que o outro não tem e com isso se satisfaz e sente parzer. No caso, os direitos de exibição dos jogos, o que a concorrência não tem.

Fosse a CBF uma entidade interessada em atender aos interesses de seus afiliados e as Organizações Globo menos preocupada em apenas vender, independente da qualidade do espetáculo (o que importa é grana…), evitariam uma situação constrangedora como essa.

Diz a CBF que o estádio do Duque de Caxias, o Marrentão, não tem condições de receber jogos de seus campeonatos. Mas como assim? Jogos para 500, mil pessoas? Cabem sete mil no Marrentão. Não é o suficiente? E a Vila Belmiro tem condições de sediar finais de campeonatos da CBF? Final de Copa do Brasil num alçapão ultrapassado e que não atende à demanda da partida? Só para comparar, as finais de dois torneios equivalentes à nossa Copa do Brasil, mas disputados apenas por clubes das terceira e quarta divisões inglesas, são realizadas simplesmente no majestoso e agora moderno Wembley. Aqui, joga-se na Vila Belmiro… No tempo em que o Santos era um grande clube de verdade, realizava suas partidas importantes até no Maracanã, sempre no maior palco disponível. Mas hoje isso é passado e o Santos é um desses clubes ditos grandes cheios de atitudes pequenas, como já comentei aqui em relação ao meu Fluminense. Mas isso é outra história.

A marcação de jogos de clubes de menor número de torcedores deveria, obviamente, procurar torná-los os mais atraentes possíveis. Mas claro que não há qualquer interesse nesse sentido.

A história aqui é que esse horário, por si só, já constitui uma afronta ao torcedor. Numa situação dessas, uma verdadeira imbecilidade. É um caso, no mínimo, de extrema incompetência.

O canal por assinatura Multishow exibiu há pouco tempo um reality show chamado “Escola de Idiotas”. Os responsáveis por marcar um jogo como Duque de Caxias x Bragantino para 21h50min de uma terça-feira à noite no Engenhão com certeza deveriam frequentar uma escola assim – e provavelmente seriam eternos repetentes.

É a minha opinião.

Anúncios
Categorias:Esporte, Futebol
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: