Início > Futebol > FUTEBOL ► Grêmio dá xeque-mate no oportunismo de Ronaldinho Gaúcho

FUTEBOL ► Grêmio dá xeque-mate no oportunismo de Ronaldinho Gaúcho

Finalmente o Grêmio tomou uma decisão e pôs fim às negociações para o repatriamento de Ronaldinho Gaúcho. Numa jogada de mestre, livrou-se de um abacaxi e deixou Assis, o oportunista irmão-empresário-animador de auditório do jogador, sem muita margem para seguir prorrogando o leilão de um dos mais pré-fabricados “craques” do futebol: só restou o Flamengo na parada.

Como o Corinthians viu que um Ronaldo já estava de bom tamanho (e que “tamanho”…) e o Palmeiras apenas fez cena, a decisão gremista deixou Ronaldinho Gaúcho com os dois pés na Gávea.

Uma coisa que não entendi foi a perda de tempo e esforço da diretoria do Grêmio com isso. Tudo bem, Ronaldinho foi cria do clube, conta com a simpatia de boa parte da torcida e é mídia garantida no mundo todo – não esqueçamos que RG é um supercraque de mídia. Enfim, até pode-se dizer que havia algumas justificativas para isso, motivo pelo qual há quatro meses os gaúchos começaram a correr atrás dessa contratação.

Mas também devemos lembrar que Ronaldinho já dera um pé na bunda do Grêmio uma vez, ao deixar o clube com uma mão na frente e outra atrás ao partir para a Europa. E agora tornou a fazer a mesma coisa. Ao perceber que poderia arrumar muito espaço nas manchetes, o craque e seu empresário deram um jeito de despertar o interesse de outros grandes clubes brasileiros (brasileiros, já que anda com o filme bem queimado na Europa) e partir para um desprezível leilão.

Por isso, aqui do meu canto, achava sem sentido o Grêmio insistir nessa história. O Grêmio vai disputar a Libertadores da América. Todo o planeta sabe que Ronaldinho Gaúcho dificilmente estaria em condições para o início da competição. E mais: nunca se sabe quando ele está disponível ou não para uma partida de futebol. O tempo despendido com isso impediu que o Grêmio investisse em reforços para seu elenco. Enquanto outros clubes se reforçavam, o Grêmio tinha uma bela grana, um grande esforço financeiro, comprometido numa novela ainda sem fim.

Neste sábado, finalmente, o Grêmio viu que havia virado joguete nas mãos de profissionais oportunistas e sem escrúpulos e tirou o time de campo. Bom para ele.

Já para o Flamengo… Bem, para o Flamengo, até que Ronaldinho Gaúcho pode ser uma boa coisa. Afinal, ao menos nas manchetes policiais o jogador nunca apareceu. Quero dizer, engano meu. Já apareceu, sim. Mas não tem aparecido.

O Flamengo, após a tragicamente inesquecível temporada passada, em que viu seu nome destacar-se nas páginas policiais, precisava, ao menos, de factoides que motivassem sua torcida.

Para não perder o hábito, contratou o intempestivo e controvertido goleiro Felipe (ex-Corinthians). Agora, tem Ronaldinho Gaúcho nas mãos. Com Vanderlei Luxemburgo no comando, o Flamengo garante seu nome nas manchetes. Espero… Digo, a torcida rubro-negra espera, apenas, que seja pelos motivos certos.

Isso, claro, se a novela não sofrer uma reviravolta, já que aquele oportunista irmão-empresário-animador de auditório de Ronaldinho Gaúcho garante que não há nada acertado e que tudo pode acontecer, “porque futebol é paixão”.

Fala sério…

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: