RSS

POLÍTICA ► Manifestação contra visita de Obama: exemplo de antidemocracia

19 mar

Quem me conhece sabe que pouca admiração tenho pelas praxes norte-americanas, muito pelo contrário. Do modo de vida à política externa.

Os Estados unidos estão longe, muito longe, de ser um modelo de país de acordo com minhas convicções.

Mas repudio qualquer manifestação como a promovida pelo PSTU em protesto contra a visita do presidente Barack Obama ao Brasil.

Primeiro, porque isso é de uma falta de educação danada. Algo que não carece nem de maiores argumentações. Ponto.

Segundo, que a única maneira civilizada de fazer valer seu ponto de vista e mudar o estado das coisas é através do diálogo, da política.

Uma coisa é criticar. Outra é querer calar um pensamento diferente. Sabe aquele lance “discordo de você, mas defendo o seu direito de discordar de mim”? Pois é, isso é democracia. É civilidade.

Ou o PSTU quer resolver tudo à base da porrada?

Isso não é exclusividade dessa ação do PSTU, claro. Acontece em todo o mundo e em diversos encontros políticos, com as mais diferentes finalidades. Entendo que isso é coisa de quem tem aversão por soluções pacíficas, de quem não respeita as diversidades, não prima pelo diálogo nem tem poder de argumentação.

A política é a única solução para superar as diferenças. Pacificamente.

Lógico que a manifestação no Rio de Janeiro terminou em pancadaria, pois violência gera violência mesmo.

E não há nada de pacífico em uma manifestação desse tipo, que pretende impedir um chefe de estado estrangeiro de dialogar com o chefe de estado nacional. Chamar isso de manifestação pacífica é hipocrisia das grossas.

A impressão que fica, neste caso específico, é que o PSTU no poder seria sinônimo de intransigência e guerra.

Belo caso de má propaganda para um partido político.

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 19 de março de 2011 em Brasil, Política

 

Tags: , ,

3 Respostas para “POLÍTICA ► Manifestação contra visita de Obama: exemplo de antidemocracia

  1. william

    19 de março de 2011 at 17:09

    Meu caro David, entendi sua opinião e respeito. Mas quando se está no poder tudo muda, o mesmo PT hoje, na era FHC, fazia a mesma coisa coisa que o PSTu faz. No entanto foi apelidado de PT cor de rosa, quando assumiu o governo, onde alguns de seus fundadores ou líderes pricipais como Heloisa Helena, Chico Alencar entre outros, que acreditavam naquele discurso. Onde milhões de jovens acreditaram e elegeram nosso queridíssimo Lula, mas quando assumiram o discurso mudou. Os bancos cada vez mais com lucros exorbitantes a pobreza cada vez maior.

    Isso me faz lembrar jornalzinho do bancários, onde FHC na época tinha 2 páginas de críticas e hoje em dia o máximo que eu vejo é notícia de roda pé, inclusive a do mensalão.

    Portanto enquanto não assumirem um dia (pouco provável), PSTU, PSOL, PDT entre outros de direita.rsrsrsrs…direita mesmo…pq a esquerda hoje era direita de ontem.rsrsrsrs…o discurso se´rá o mesmo.

    Curtir

     
  2. william

    19 de março de 2011 at 18:42

    Ah esqueci de falar mais uma coisa, vc, eu e outros que gostam de samba.

    Adoro esse samba:

    1981

    ENREDO: Macobeba – O que dá pra rir dá pra chorar
    COMPOSITOR(ES): Celso Trindade, Nêgo, Azeitona, Ronaldo, Ivar, Buquinha e Edmundo Araújo Santos

    É tão sublime exaltar
    Neste dia de folia
    E cantar a odisséia de um valente brasileiro
    Contra um monstro estrangeiro
    Que com todo o seu dinheiro
    Quer calar a nossa voz (e o nosso herói)
    E o nosso herói
    Sai no rastro da maldade
    Pelos campos e cidades
    Atrás do gafanhoto feroz

    Tetaci, Tetaci
    Agasalha com seu manto (bis)
    Nosso herói Mitavaí

    Mitavaí, bom lavrador e vaqueiro
    Deixa o sertão brasileiro
    Vai combater
    Macobeba maldito, que devora o mato e o mito
    Rádio, jornal e TV
    Lança e com certeiro bote
    Fere o monstro no cangote, pra valer
    E ferido assim de morte
    Bicho ruim não quer morrer
    E o caboclo injuriado
    Toma o caminho do mar
    Jurando que um dia vai voltar
    Tira daqui, leva pra lá
    O que hoje dá pra rir
    Amanhã dá pra chorar

    Maldito bicho, se me ouviu
    Se não gostou do meu samba (bis)
    Vai pra longe do Brasil

    Fonte: http://www.obatuque.com

    Curtir

     
    • opiniaododavid

      19 de março de 2011 at 20:52

      “Macobeba” foi um dos melhores momentos da Unidos da Tijuca, obra do carnavalesco Renato Lage. Me lembro bem desse desfile.

      Curtir

       

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: