RSS

FUTEBOL ► Por que manter a Comissão de Arbitragem do Rio de Janeiro?

14 fev

Agora são seis árbitros por partida, alguns sem ter a mínima ideia de por que estão em campo e cada um demonstrando mais incompetência que o outro.

“Ah, mas tadinhos, eles não são profissionais, não podemos exigir mais!”

Como assim? Não são profissionais o escambau. Ou será que eles apitam de graça?

Nem aqui nem na China.

Fossem realmente amadores, como em priscas eras, e só apitassem por puro diletantismo, tudo bem. Não mostrou capacidade para a função, se esforçou, tentou colaborar, mas mais atrapalhou que ajudou, a situação seria resolvida com um “obrigado”, “valeu pela força” e tchau e benção.

Mas não é esse o caso.

Ganham pela escala e quando chegam ao campeonato brasileiro ganham mais ainda.

E seguem usando o “amadorismo” como desculpa para seus erros. Se é que são erros mesmo, e não erros”.

No site da comissão de arbitragem carioca e no paulista é impossível saber quanto recebem os árbitros. Mas no Brasileirão uma atuação de árbitro Fifa nas séries A ou B pode render mais do que a imensa maioria de brasileiros recebe por 30 dias de trabalho. Mesmo o árbitro “básico” recebe uma boa bolada para apitar – geralmente, muito mal. Dizem que em média um árbitro apita três jogos por mês. Daí você pode fazer as contas.

Oba! Vou mudar de profissão! É bem mais que eu ganho. Ah, mas então juiz de futebol não é profissão? Conta outra.

E para piorar a situação no Rio de Janeiro, mostrar o total descalabro das coisas, sabe quem preside a Escola de Arbitragem da Federação? Carlos Elias Barroso Pimentel.

Carlos Elias Pimentel, famoso por suas – no mínimo – polêmicas arbitragens nos jogos do Americano e do Vasco da Gama na era Eurico Vianna (simbiose maligna do todo poderoso dirigente vascaíno Eurico Miranda com o então presidente da FFRJ Eduardo Vianna).

Jogo complicado de Americano ou Vasco? Tão certo quanto o nascer e o pôr do Sol parecia ser encontrar o nome de Carlos Elias Pimentel na escala de arbitragem.

Se Carlos Elias Pimentel errava intencionalmente ou não, isso eu não sei – apesar das torcidas dos demais grandes do Rio o chamarem de Vasco Elias Pimentel. Mas que ele era, na melhor das hipóteses, um juiz bem fraquinho, isso todo mundo que acompanhava futebol àquela época sabe.

Como pode, então, um sujeito com essas credenciais presidir uma escola de arbitragem?

Aí vão os grandes clubes investir milhões na revitalização do futebol do estado, que passa efetivamente por um bom momento, com representantes competitivos no Brasileirão e três deles na Libertadores, para ficarem nas mãos de um trio da pesada: o não menos “polêmico”  Rubinho, ex-presidente do Bangu e ex-aliado de Eduardo Vianna, na presidência da FFRJ; Jorge Travassos no comando da Comissão de Arbitragem; e Carlos Elias Pimentel ensinando como não se apitar bem uma partida de futebol.

É ridículo.

E sabe quem paga tudo isso? De onde sai o dinheiro para manter o emprego dessa gente? Dos cofres de Fluminense, Botafogo, Flamengo e Vasco e seus torcedores.

Pois já passou da hora desses clubes tomarem vergonha na cara, deixarem a política pequena e hipócrita de lado e darem um basta nessa situação, em vez de esperarem apenas sua vez de chorar por ter sido vítima de uma arbitragem pra lá de suspeita.

Porque isso, ser vítima da arbitragem carioca, é como a morte.

Não há como escapar.

Como dizia aquele reclame institucional contra a violência no trânsito: a próxima vítima pode ser você.

Ou aquele grito de torcida: “Pode esperar, a sua hora vai chegar!”

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
 
1 comentário

Publicado por em 14 de fevereiro de 2012 em Futebol

 

Tags: , , ,

Uma resposta para “FUTEBOL ► Por que manter a Comissão de Arbitragem do Rio de Janeiro?

  1. Monica Marcato

    21 de maio de 2013 at 16:22

    Carlos Elias sempre foi excelente profissional. Erros acontecem, infelizmente.

    Curtir

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: