RSS

FUTEBOL ► Rio de Janeiro: uma comissão de arbitragem sob suspeita

14 fev

Que a comissão de arbitragem é sempre vista com desconfiança não é novidade alguma. Isso não é de hoje, vide as sucessivas  denúncias de corrupção naquele antro.

Mas agora, as recentes declarações do presidente da comissão, o ex-árbitro Jorge Rabello, põem definitivamente essa comissão sob suspeita.

Jorge Rabello, para quem não sabe, foi um árbitro tão bom quanto Antônio Frederico de Carvalho Schneider no Flu x Vasco de domingo passado…

Talvez por isso ele tenha achado normal e defendido a atuação do “juiz”, que cometeu “erros” nada duvidosos.

Jorge Rabello considerou correta a atuação do árbitro!

Isso é um fato gravíssimo, sem desculpa, tipo batom na cueca.

Jorge Rabello, assim, chamou de otários todos nós torcedores e toda a imprensa que acompanhou a partida.

Além de demonstrar total incompetência para a função que ocupa às custas dos clubes.

Pior: se meteu a dizer que o Fluminense devia cuidar de seus problemas em vez de reclamar da arbitragem:

– Eles reclamam de arbitragem porque é melhor falar sobre isso. Por que não explicam que o Fluminense não vem jogando nada? Por que com uma folha salarial de R$ 7 milhões empata com o Duque de Caxias, que tem uma folha de R$ 100 mil? Por que o Fluminense é sempre dominado no segundo tempo? Foi assim contra Duque de Caxias, Boavista, Vasco. Por que o centroavante (Fred) cai mais do que chuta? Mas isso não vale a pena eles questionarem. Como o time não vem jogando nada desde o começo do campeonato, rezam para ter erro de arbitragem e terem o que falar. Não falam sobre terem contratado vários meias-esquerdas, nenhum zagueiro e nenhum goleiro – disse Rabello em entrevista à Rádio Tamoio. (Fonte: Globo Esporte.com)

Ora, acho quem fala o que quer ouve o que não quer.

Antes de mais nada, foi bom Rabello lembrar a vergonhosa e suspeitíssima atuação de Luiz Antônio Silva dos Santos, o Índio, na partida do Flu contra o Duque de Caxias. O Índio, que é outro emérito árbitro sempre envolvido em arbitragens, digamos, polêmicas.

Voltando ao presidente da Comissão de Arbitragem do Rio de Janeiro, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, como diria aquele famoso narrador. Jorge Rabello não tem nada que se meter no futebol de um clube afiliado. Ele teria mais é que cuidar do pior e possivelmente mais corrupto quadro de árbitros do país.

Quando ele defende um juiz com uma atuação dessas, fica claro que o problema da arbitragem no Rio de Janeiro é muito mais sério que uma simples atuação “infeliz”. E mais: o problema vem de cima. Não é a primeira vez que Rabello abre a boca para defender os crimes cometidos por um de seus protegidos.

Fosse uma federação séria e esse câncer futebolístico seria irremediavelmente afastado da Comissão, por demonstrar publicamente toda a sua incompetência, avaliando como positiva a atuação ridícula, patética e revoltante de  Antônio Frederico de Carvalho Schneider.

Mas a federação de futebol do RJ não tem credibilidade alguma. Ao contrário: desde Otávio Pinto Guimarães que aquilo é um antro de escândalos e suspeitas de corrupção e armação de resultados.

Como as declarações de Jorge Rabello deixam a entender.

E depois querem saber por que dois clássicos seguidos não levaram, juntos, mais de 15 mil torcedores ao Engenhão.

O meu dinheiro o campeonato dessa federação não vê há dois anos… e contando.

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de fevereiro de 2012 em Futebol

 

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: