RSS

CARNAVAL ► 40 pontos para comissão da Tijuca e 39,9 para harmonia e bateria da Mangueira carimbam: “Escola de samba? Aqui não!”

04 mar

Como não vou eu aqui, neste post, colocar em dúvida a idoneidade dos julgadores da Liesa, vou partir para uma outra abordagem sobre as notas recebidas pelas escolas do Grupo Especial neste ano.

Sendo eles sujeitos honestos e esforçados em aplicar as notas de acordo com as diretrizes do Manual do Julgador da Liesa, vou tentar entender alguma coisa do mapa de apuração como uma tendência. Uma tendência que, com a Liesa, parece definitiva: o fim do desfile de escolas de samba no Grupo Especial.

Doravante, poderia até chama-lo de “o desfile outrora conhecido como de escolas de samba”.

O que há ali é outro espetáculo. Rico, lindo, luxuoso, engraçado, inovador, único, inigualável… Porém, mais pobre culturalmente e que em pouca coisa lembra um desfile de escolas de samba de verdade.

Isso é algo que eu entendo já há muito tempo, na minha visão particular do que têm sido os últimos carnavais. Só que, desta vez, certas notas deram pistas… Melhor: deram provas de que aquilo que para muitos estava dissimulado, agora aparece de forma escancarada para todos.

E as notas que melhor definem esse novo conceito de “escola de samba da Liesa” foram as obtidas pela Unidos da Tijuca em Comissão de Frente e pela Mangueira em Harmonia e Bateria.

Foram 40 pontos brutos para a Tijuca e 60 líquidos para a Mangueira. Pontos que não poderiam ser recebidos se o julgamento tivesse como base um desfile de escola de samba do jeito que ele (o desfile) e ela (a escola de samba) foram concebidos.

Veja que, nesta interpretação, não se pode criticar o jurado. Ora, os quatro jurados de Comissão de Frente entenderam que o trabalho apresentado pela campeã do Grupo Especial deste ano foi perfeito dentro do que é pedido pela Liesa. Mesmo que muito pouco ali tenha a ver com uma comissão de frente de verdade, além da falta de criatividade criticada por Fábio Mello, não sem razão. Pode ter sido original colocar aquele número da mola numa comissão de frente, mas não exatamente criativo.

Do mesmo modo, dar 30 pontos para uma harmonia que atravessou praticamente a Avenida inteira é atestar, com papel timbrado e diversas vias, todas autenticadas pelos devidos cartórios, que escola de samba não tem lugar no desfile do Grupo Especial.

Assim como os 30 pontos recebidos pela bateria da Manga.

Ora, não vou nem citar o vídeo.

Todas as pessoas que conheço e estiveram no Sambódromo foram unânimes em dizer que a bateria verde e rosa atravessou muito, não pouco.

Uma coisa é ter sido bacana, incrível, fantástico e maravilhoso. Outra é dizer que tenha sido perfeito dentro das definições conhecida do que deva ser o trabalho de harmonia e bateria durante um desfile.

Harmonia e bateria devem sustentar o canto e a dança da escola. E, no caso da Mangueira, com a tal “paradona”, não conseguiram. Fracassaram. E receberam, com os famigerados descartes, nota máxima: 30 pontos.

Vou eu aqui como leigo (sempre faço questão de lembrar: não sou sambista, sou sambeiro) me atrever a citar Mestre André.

Mestre André criou a paradinha, genial, creio que por saber que uma “paradona” seria um suicídio: não haveria referência para uma correta volta da batida nem como harmonizá-la com o canto.

Como, na minha interpretação, foi possível claramente verificar no desfile da Mangueira.

E veja bem que sete dos oito jurados (houve uma nota 9,7) de Harmonia e Bateria gostaram! Acharam praticamente perfeitos esses quesitos da Mangueira. O décimo perdido – e descartado – pela bateria deve ter sido, de repente… Sei lá o que pode ter sido, até porque esse negócio de um décimo é papo para muita história.

Resumo da ópera (de repente vai ver que é disso que se trata, não de uma escola de samba): cada vez mais capa, cada vez menos conteúdo nos desfiles do Grupo Especial. Ao menos no que se refere a desfile de escola de samba.

É minha opinião.

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de março de 2012 em Carnaval

 

Tags: , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: