BRASIL► Afinal, por que o banho de sangue em São Paulo não é notícia na Globo News?

manchete_agencia_brasil

*** *** ***

Eu sou um emérito zapeador, aquele sujeito que muda o canal da TV com a naturalidade de quem respira. O mais perfeito exemplo do efeito zapping preconizado pelo professor Délcio Teobaldo lá no final dos anos 1980 na faculdade de Jornalismo.

Assim, acabo vendo ao menos um pouco de tudo nos mais diferentes canais de TV.

A Globo News está longe de ser um dos meus canais favoritos.

Primeiro pelo jeito global de ser.

Segundo por não ser fácil encontrar notícia num canal supostamente “24 horas de notícia”, o que me espanta. Impressionante o número de programas frios em relação ao noticiário ao vivo.

Mas passo por lá também.

E o que mais me surpreende é como um canal dito de notícias ignora quase por completo a verdadeira guerra civil que se instalou em São Paulo.

Volto do trabalho no início das manhãs ouvindo noticiários nas rádios, normalmente na Band News, às vezes CBN, Tupi, Globo… E há sempre um relato nesse horário nas rádios do que aconteceu na madrugada do país.

E o relato do que acontece na madrugada paulista parece mais um boletim de guerra.

Há poucos lugares no mundo com tantas ocorrências com tamanha frequência.

Frequência diária.

Mas, surpreendentemente, sempre que sapeio pela Globo News jamais vejo essa verdadeira guerra civil em destaque no ar.

Como pode isso em relação à “maior capital da América Latina”?

Será que nem ao menos um único especialzinho, cheio daqueles blá-blá-blás que a Globo News tanto parece gostar, não mereceria tamanha tragédia paulistana?

Esforço de reportagem e objeto de atenção para a Globo News parece ser retransmitir o sinal da TV Justiça e acompanhar babando o midiático e maçante julgamento do dito mensalão protagonizado (o julgamento) pelos senhores-doutores-juízes do STF.

Maçante até porque não acredito que haja muita gente interessada em acompanhar ao vivo algo cujo único interesse está no resultado final – aí, sim, uma notícia de verdade.

Imagine então que esforço de reportagem esse: retransmitir um sinal gratuito disponível para todo o país…

Enfim, só policiais já foram quase 100 assassinados este ano. Deve ser algum um recorde mundial.

Ônibus incendiado virou rotina.

Uma barbárie o que acontece em terras paulistanas.

O que nos leva a imaginar: se esses ataques criminosos sangrentos e diários estivessem ocorrendo no Rio de Janeiro, a Globo News os ignoraria também?

Será que a Globo News ignoraria uma violência desse tamanho na capital de um estado da base do governo de Dilma Rousseff do mesmo modo que ignora o que acontece de mal na capital de um estado da oposição, do PSDB?

Bem, a História pode dar uma pista da resposta…

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios