Início > Brasil, Imprensa, Vida > VIDA ►A arte humana de envergonhar a própria espécie…

VIDA ►A arte humana de envergonhar a própria espécie…

vergonha

Outro dia copiei essa manchete de um portal ao qual, numa situação dessas, prefiro nem dar cartaz, mesmo que negativo:

Vanessa Giácomo curte romance com novo amor em piscina de hotel na Barra

Rio –  Cheia de amor para dar, Vanessa Giácomo foi clicada na tarde desta quarta-feira beijando muito o namorado Giuseppe Dioguardi, na piscina  e um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Discreto, o casal era só romantismo e não se desgrudou um minuto no local. Giácomo é mãe de Raul, de quatro anos, e Moisés, de dois, fruto de sua relação com o ator Daniel Oliveira.

Cara, de que interessa isso? Isso não é notícia, é fofoca, é invasão de privacidade, é…

Como uma pessoa tem um caráter tão pequeno a ponto de se prestar a essas coisas?

Ah, chamam a essa infame subespécie humana de paparazzo. O coletivo desse tipo de ser é paparazzi.

E o que é um paparazzo? Bem, é um sujeito se esconde atrás de árvores, arbustos, paredes, carros ou afins como um animal sorrateiro prestes a dar um bote. A diferença é que um animal age assim por instinto de sobrevivência, em busca de comida. Já o “homem” que faz isso o faz por pura cretinice mesmo, calhordice, falta de qualquer padrão moral e ético.

“Ah, mas a pessoa é pública..” A pessoa é pública em eventos públicos, não privados.

Aí a “pessoa pública” se irrita, solta os bichos para cima de um sanguessuga desses e logo aparece um monte de gente para dizer “tadinho dele, ele não fez nada, ele está só ‘trabalhando’…”

“Trabalhando”?

Isso leva a outro ponto quem são os seres pequenos que sustentam esse tipo de gente?

Que mercado é esse formado por voyeurs tão completamente pobres de espírito?

E quem é pior? Quem paga para alguém fazer isso? Quem faz isso? Quem se apraz a ver isso e sustentar essa rede infame?

Quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha?

Ou isso é inerente ao ser humano?

Não seria possível evoluirmos nem um pouquinho, não?

Depois coisas ruins acontecem e tem gente que não sabe por quê.

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: