Início > Brasil, Futebol > FUTEBOL ► A pergunta que não quer calar: por que a mídia esportiva não repercutiu no último domingo do Brasileirão 2013 a escalação irregular de André Santos e a real possibilidade de rebaixamento do Flamengo?

FUTEBOL ► A pergunta que não quer calar: por que a mídia esportiva não repercutiu no último domingo do Brasileirão 2013 a escalação irregular de André Santos e a real possibilidade de rebaixamento do Flamengo?

mera_coincidenciaBem, eu postei antes que sobre isso “mais não é preciso escrever”, mas…

Fato: diversos órgãos esportivos divulgaram na sexta à noite e no sábado, início da última rodada do Campeonato Brasileiro, que André Santos, lateral-esquerdo do Flamengo, fora condenado a dois jogos de suspensão e desfalcaria o time na última partida da competição, contra o Cruzeiro.

Vale ressaltar que André Santos sequer havia cumprido um jogo de suspensão, já que sua expulsão se deu na decisão da Copa do Brasil, torneio já encerrado.

Abaixo, como exemplo, a matéria do Lancenet (link aqui):

*** *** ***

Suspenso, André Santos não enfrenta o Cruzeiro pelo Brasileirão

Lateral-esquerdo foi expulso no segundo jogo da final da Copa do Brasil e terá de cumprir suspensão contra a Raposa

LANCEPRESS! – 06/12/2013 – 19:39 Rio de Janeiro (RJ)

O técnico do Flamengo, Jayme de Almeida, ganhou um desfalque de última hora para o duelo com o Cruzeiro. O lateral-esquerdo André Santos, que foi expulso no segundo jogo da final da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR, foi julgado na tarde desta sexta-feira pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva e recebeu um jogo de suspensão. Como a Copa do Brasil se encerrou naquela partida, o jogador rubro-negro terá de cumprir a punição na última rodada do Campeonato Brasileiro.

No o lugar do camisa 27, Jayme de Almeida colocará o reserva imediato João Paulo. Este, inclusive, chegou a ser titular da equipe enquanto André Santos não estava 100% fisicamente e jogava como meia.

Assim como André Santos, o Rubro-Negro terá outros desfalques. Os dois principais goleiros, Felipe e Paulo Victor, estão fora da partida. O titular, lesionado, e o reserva se recupera de uma cirurgia bucal. Por isso, o jovem Cesar fará a sua estreia como profissional. Além dos arqueiros, o volante Elias, os zagueiros Chicão e Wallace não irão atuar.

Flamengo e Cruzeiro se enfrentam neste sábado, às 19h, no Maracanã. A partida é válida pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia mais no LANCENET! 
© 1997-2013 Todos os direitos reservados a Areté Editorial S.A Diário LANCE! 

*** *** ***

Ou seja: era público e notório que o jogador não tinha condições de enfrentar o Cruzeiro. E nada havia de segredo nisso, pois a própria mídia esportiva noticiou que o lateral desfalcaria a equipe.

Mas graças a uma trapalhada de uma direção que em um ano fez coisas do arco da velha, de corar Euricos e Eduardos da vida (coisas de fazer Patrícia Amorim, com justa razão, se sentir injustiçada), mas sempre estranha e benevolentemente apoiada pela imprensa carioca, o jogador foi relacionado, assinou a súmula e entrou em campo.

Situação óbvia e característica de perda de pontos para o clube. QUALQUER CRIANÇA sabe disso.

E aí sim as coisas começam a ficar “misteriosas”: como TODA a imprensa esportiva não “PERCEBEU” que André Santos entrou em campo e que o Flamengo perderia 4 pontos (3 mais o ponto do empate conquistado, como claramente diz o regulamento do campeonato), ficando assim, dependendo de uma combinação de resultados, sob real risco de rebaixamento? COMO?

Como, senhor Juka Kfouri e equipe da ESPN-Brasil? Como nenhum de vocês reparou isso?
Como, SporTV, com sua imensa equipe, ninguém por aí notou isso?

Como seu Fox Sports e todo seu poderio passou em branco?
Como a poderosa Rede Globo, dona do campeonato, não viu isso?

Bandeirantes? O Dia? Folha de São Paulo? Estadão? Placar?

Até, tu, Lancenet?

Ou leis e regulamentos são para ser rasgados e devemos viver em completa anarquia?

Mas não são vocês que VIVEM CRITICANDO OS MANDATÁRIOS DO FUTEBOL POR ALTERAREM AS REGRAS DO JOGO conforme conveniências?

Enfim, só vejo (maledicentemente, confesso) três justificativas para que a possibilidade de rebaixamento do Flamengo não tenha sido repercutido durante a transmissão dos últimos jogos no domingo final do campeonato:

A) Incompetência generalizada. O jornalismo esportivo brasileiro revela assim seu total e absoluto amadorismo e sua total falta de credibilidade para abordar qualquer assunto em qualquer nível, político, esportivo ou social. São todas as equipes que cobrem futebol no país, nas diferente mídias, igualmente inaptas. No mínimo, equipes formadas por bandos de hipócritas que criticam a Deus e o mundo, mas que são incapazes, TODAS, de enxergar um furo óbvio e transformá-lo numa barrigada coletiva.

B) Conivência (corrupção?) generalizada. É difícil acreditar que dentre tantos PROFISSIONAIS envolvidos na cobertura do Campeonato Brasileiro nem unzinho sequer tenha atentado para a escalação irregular de André Santos e as consequências que isso poderia acarretar para o Flamengo. Por isso tenho o legítimo direito de crer que a mídia esportiva (não sendo ela incompetente…) não repercutiu o fato óbvio por MOTIVOS ESCUSOS. Aparentemente, os profissionais da mídia esportiva têm interesses outros que não informar a verdade. Como de praxe acontece com a categoria dos jornalistas no Brasil, algo que digo com frequência maior do que gostaria.

C) Pandemia de diarreia mental no meio jornalístico esportivo.

Daí que começamos a somar 1 + 1. E, como não somos jornalistas, conseguimos somar 1 +1 = 2.

O que vale para o poderosíssimo e rentabilíssimo Flamengo, vale também para a tadinha e falida Portuguesa, que coincidentemente também escalou um jogador irregular no seu último jogo. Jogador esse cuja suspensão fora TAMBÉM devidamente divulgada na grande rede mundial de computadores.

A infeliz (ou corrupta?) da imprensa esportiva, incapaz de perceber (ou sem interesse de divulgar?) as escalações irregulares, preferiu transformar o Fluminense em vilão, “acusando-o” de ser o clube beneficiado pela punição da tadinha da Portuguesa e assim permanecendo na primeira divisão – após um desempenho horroroso no campeonato, diga-se de passagem.

Ora, essa imprensa parece ser muito burra (ou corrupta?) mesmo, pois o grande beneficiado pela punição da Portuguesa foi o Flamengo. Algo tão claro que fica difícil acreditar que TODA a imprensa seja capaz de errar assim.

Mais lógico dizer que a imprensa tem seus interesses para agir desse modo, fingindo ou preferindo não ver.

Não seria a primeira vez nem a segunda, muito menos a última.

Ou alguém acha que a Portuguesa “erraria” na escalação de um jogador suspenso se a mídia tivesse cumprido o que dela se espera e passado o domingo repercutindo o erro do Flamengo que poderia lhe valer o rebaixamento?

Essa era a bomba jornalística da última tarde do Campeonato Brasileiro de 2013.
Uma bomba que não foi acionada.

Por quê?

Com a palavra os ministérios públicos e seus Joaquims Barbosa da vida.

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: