Início > Brasil, Futebol > FUTEBOL ► Mais do mesmo: de coisas, causos e teorias sobre as irregularidades de Flamengo e Portuguesa

FUTEBOL ► Mais do mesmo: de coisas, causos e teorias sobre as irregularidades de Flamengo e Portuguesa

cortina_de_fumaca

Sem querer me estender em algo tão óbvio e lógico quanto a aplicação das regras do jogo, faço apenas alguns registros que julgo interessantes.

• Logo que surgiu – muito atrasadamente – a notícia de que a Portuguesa cometera uma grave irregularidade (e lembre-se de que até aí a imprensa conseguira ocultar a irregularidade cometida pelo Flamengo), fui direto a uma fonte da “vítima”. Quero dizer, visitei um blog referente ao clube paulista. Como ainda não dera tempo para a imprensa usar o Fluminense como cortina de fumaça, boa parte da comunidade de torcedores daquele time achava que se tratava de mais uma “cagada” (como descrito por lá” de uma diretoria fracassada que faliu o clube. Havia que não tivesse se surpreendido e até quem achasse (mais de um) que a irregularidade não houvera sido cometida por acidente, e sim com o interesse de prejudicar a nova diretoria eleita e ainda não empossada.

• O Flamengo foi o tempo todo deixado fora dos holofotes, direcionados pela mídia para Fluminense e Portuguesa.

• Estranhamente, assim que foi noticiado que a Portuguesa escalara um jogador irregularmente e bem antes que viesse a público o que ao público já deveria ter sido informado (que o Flamengo também escalara um jogador irregular), o presidente do Flamengo saiu em defesa da Portuguesa e criticou o Fluminense, valendo a pena citar uma frase das muitas que vão para seu currículo: “Se fosse o Flamengo, aceitava o resultado do campo de jogo.”

• Hipocrisia pouca é bobagem, não é mesmo? Pois esse mesmo presidente, durante o Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, esbravejou para quem quisesse ouvir que iria à Justiça pedir os pontos que perdera “em campo” para o poderoso Duque de Caxias….

• Presidente do Flamengo esse cuja direção teve a audácia de expor a faixa “QUER APOIAR O FLAMENGO SEM GASTAR NADA?” na Gávea no dia do aniversário do clube, às vésperas da decisão da Copa do Brasil, para a qual o mais popular, o time do povão, o clube da massa, cobrou míseros 250 reais pelo ingresso mais barato. Eduardo Vianna deve ter aplaudido do Além.

• Não li declaração de advogado de qualquer outro clube (nem do Flamengo) defendendo a Portuguesa. Até porque não há defesa. Destaco a esclarecedora entrevista dada pelo advogado do Internacional, Daniel Cravo, ao SporTV, inclusive destacando o óbvio ululante: a lei vale para todos o campeonato inteiro. Abaixo, a citação da entrevista publicada nosite Flunews:

*** *** ***

16 de dezembro de 2013
Para advogado, STJD deverá punir e rebaixar a Lusa em julgamento

Nesta segunda-feira, às 17h, a Portuguesa será julgada no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), por escalar o meia Héverton, no empate por 0 a 0 com o Grêmio, na última rodada do Brasileirão. O jogador, em julgamento, foi suspenso por duas partidas e, por isso, não poderia ter entrado em campo. Na opinião do advogado Daniel Cravo, que defende o Internacional há 15 anos, a tendência é que a Lusa seja punida.
– Seguindo a linha da jurisprudência que vem sendo aplicada, há uma tendência de punição. Uma excelente argumentação jurídica pode levar o processo para um caminho. Pode haver com um fato novo, que ainda não conhecemos, apresentado no julgamento. É muito difícil fazer um prognóstico – afirmou o advogado, em entrevista ao SporTV.

Como prevê o regulamento, por escalar Héverton, a Lusa pode ser penalizada com a perda de quatro pontos. Com isso, terminaria o Brasileirão com apenas 44 pontos, dentro da zona de rebaixamento. Além da Portuguesa, o Flamengo também pode ser punido, por escalar o lateral André Santos, também suspenso, no jogo contra o Cruzeiro, também na última rodada.

– A obtenção do resultado no campo pressupõe alguns requisitos. O artigo 214 é claro. Houve a escalação de um jogador em situação irregular, seja por inscrição ou por punição no STJD. Não se pode inserir o atleta na súmula. Então entendo que manter o resultado de campo é imprescindível, desde que se cumpra as regras. Estamos discutindo se os resultados de Flamengo e Portuguesa, com esses atletas irregulares, deve ser chancelado – disse o advogado.

Daniel Cravo afirmou que, na sua opinião, se Portuguesa e Flamengo forem absolvidos, seria injusto com os outros clubes, que, durante toda a competição, não escalaram jogadores suspensos.
– Eu sou advogado do Internacional há 15 anos. O Internacional teve jogadores punidos por dois jogos e cumpriu. É um desequilíbrio técnico. Não pode permitir que um clube, com um jogador punido por dois jogos, cumpra apenas um. Se houve um equívoco, uma falha de comunicação, a gente lamenta.

Apesar de afirmar que avisa o Internacional por e-mail, Daniel Cravo afirma que a Portuguesa não pode argumentar que não entendeu claramente a mensagem de seu advogado e nem que deveria ser avisada oficialmente para cumprir a suspensão.
– Nós costumamos comunicar por e-mail, formalmente. Mas a falha de comunicação não é um argumento jurídico. Senão é muito simples. Também não precisa haver intimação. Há muito tempo não é assim. Todos sabem que o atleta suspenso na sexta não pode jogar no sábado e no domingo. Seria um contrassenso, porque o atleta punido na quinta não jogaria e o punido na sexta jogaria. Todos sabem que é assim e passou a ser dessa forma porque alguns clubes desligavam o fax para não serem notificados.

Por último, o advogado negou que a partida tivesse pouca influência na competição. Primeiro, lembrou que o resultado da Portuguesa alterou a posição de outros clubes na classificação final e, depois, que o Grêmio garantiu o vice-campeonato naquele dia.
– Eu não acho que o jogo não valia nada. O resultado colocou Criciúma e Internacional fora da zona de classificação para a Copa Sul-Americana. O jogo valia para outros clubes envolvidos no Campeonato, assim como o julgamento. O Grêmio disputava a vaga direta na Libertadores.

*** *** ***

• Antes do nome do Flamengo ser inevitavelmente jogado no ventilador, com a apresentação oficial da denúncia da irregularidade de André Santos ao STJD, quando ainda apareciam em cena apenas a tadinha da Portuguesa e o malvado e poderoso Fluminense, um colega rubro-negro do trabalho, daqueles que vestem camisa mesmo, passava um e-mail em que dizia achar toda essa história muito mal contada e divulgava (pois é, a primeira “teoria da conspiração” que li veio de um flamenguista) um texto com uma versão dos fatos que teriam ocorrido nas esferas rubro-negras e globais após perceberem o que TODA A IMPRENSA foi incapaz de perceber: o erro da escalação de André Santos. Depois os fatos colocaram mais lenha n o fogo dessa e de outras teorias, inclusive com o vazamento da troca de e-mails entre dirigentes do clube admitindo o erro e a inevitável perda de pontos. Abaixo o e-mail recebido de um flamenguista, que obviamente manterei no anonimato:

*** *** ***

Sou Flamenguista, mas como já falei com alguns isso me soa muito estranho.

Vejam abaixo a encenação e tirem suas conclusões sobre o desfecho do Campeonato Brasileiro:

PEÇA: O CRIME DA NOITE DE SÁBADO

TRÊS ATOS

=======================

ATO NÚMERO 1

Lá pelas 20 h da noite de Sábado, após o término dos jogos da rodada do campeonato brasileiro,

Flamengo 1 x Cruzeiro 1 – Maracanã

Náutico 1 x Corintians 0 – Recife

alguém toca o telefone da Gávea, onde solitariamente ainda se encontra o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello:

Voz

– Alô presidente, temos um problema, escalaram o André Santos na lateral esquerda!

Presidente

– E daí qual o problema?

Voz

– E daí que vamos perder quatro pontos no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD)! Vamos terminar o campeonato com apenas 45 pontos!

Presidente

– Deixa disto o André Santos foi expulso na final do jogo da Copa do Brasil!

Voz

– Presidente, entenda, ele tem que cumprir suspensão no jogo seguinte. Presta a atenção, o André Santos foi expulso contra o Atlético-PR na segunda partida da final da Copa do Brasil, dia 27 de novembro. O julgamento foi ontem Sexta-Feira e ele pegou um jogo de gancho e simplesmente não podia enfrentar o Cruzeiro no jogo de hoje Sábado.

Presidente:
– Mas o André já ficou fora do jogo contra o Vitória no campeonato brasileiro que foi o jogo seguinte da final contra o Atlético. Portanto já cumpriu esta suspensão!

Voz
– Presidente, estamos em uma enrascada, ninguém notou que este jogo não contou como suspensão!

Presidente:
– Explica melhor!

Voz
– Por ser partida de outra competição – copa do Brasil, ela não é tida como caso de suspensão automática. Somente após o julgamento de ontem Sexta-Feira é que fica caracterizada a necessidade de se cumprir a punição. Este é o regulamento, ninguém prestou a atenção. Estamos fodidos, ele jogou e estava suspenso no jogo do Cruzeiro e jogou!

Presidente:

– Porra você veio para foder meu Sábado à noite…

Voz

– Presidente, calma, vamos tomar um chope lá no Clipper e pensar numa saída. Vou te mostrar como está a tabela do campeonato antes dos jogos finais de amanhã

==========================

ATO NÚMERO 2

Os dois se encontram no Clipper no Leblon. O bar tá cheio muita interrupção, alegria gerada pela grande chance de Vasco e Fluminense caírem juntos para a Segundona e o Flamengo estar na Libertadores.

Voz

– Presidente, fala baixo, e vê esta tabela já corrigida, o Flamengo está com 49-4=45 pontos. Lembre-se amanhã tem jogos!

Tabela

Bahia 48
Portuguesa 47
Internacional 47
Criciúma 46
Flamengo 45
Coritiba 45
Vasco 44
Fluminense 43
Ponte Preta 36
Náutico 17

Presidente

– Tranquilo ainda assim não caímos!

Voz

– Olha só o Coxa vai nos passar pois joga com o São Paulo que vai entregar. Se o Fluminense ganhar do Bahia ficamos nós e o Vasco na Segundona. Sabe o que é isto? Um arrepio corre a espinha de Bandeira de Melo.

– Aliás basta o Coxa empatar e o Fluminense ganhar. Estamos fritos. Ainda tem que o Vasco pode aprontar contra o Atlético!

Presidente

– O Petráglia garantiu que o Vasco não ganha. A Globo vai encher a Fonte Nova pro Bahia. Deixa disto é muita coisa que tem que acontecer…Entretanto a aflição tomou conta de Bandeira de Melo.

Voz

– Presidente, entenda, estamos na mão dos outros…Tem muita grana por trás. Liga lá para a Globo e vê o que eles acham…

Presidente bandeira de Melo liga para a Globo e explica. Dali uns minutos ouve.

Globo

– Vocês são dementes ou o quê? Tem muita investimento muito direito de imagem sendo investido no Flamengo e agora você me diz que estão na beira da Segundona? Bandeira de Melo, arranja um plano B para evitar isto.

Presidente

– Que plano B não vejo nenhum.

Globo

– Pergunta para esta voz ao seu lado ele já conversou conosco e vai saber.

Voz

– Presidente, conversei com eles para resolver pro senhor. Acontece que o site da CBF mostra os resultados dos julgamentos de ontem Sexta. Aqui mesmo do meu iphone no bar eu te mostro. Basta entrar em http://www.cbf.com.br/STJD e consultar.

Dali alguns minutos.

Voz

-Presta atenção, presidente. Olha aqui, tem um meia da Lusa chamado Héverton que foi suspenso por dois jogos. Devido a sua expulsão contra o Bahia (na 36ª rodada, em 24 de novembro), ele se encarregou de cumprir a suspensão automática no jogo seguinte. Na mesma competição ISTO pode, o que não pode é ser expulso na copa do Brasil como o André Santos e cumprir suspensão automática em outro campeonato. Então amanhã ele não pode jogar contra o Grêmio. Se ele jogar a Portuguesa perde 4 pontos como nós. Aí a Lusa empaca nos 43 pontos. Veja como fica a tabela.

Bahia 48
Internacional 47
Criciúma 46
Flamengo 45
Coritiba 45
Vasco 44
Fluminense 43
Portuguesa 43
Ponte Preta 36
Náutico 17

===============================================

ATO NÚMERO 3

Ilídio Lico ainda não é o presidente de fato da Portuguesa. Vai tomar posse oficialmente em janeiro de 2014, mas já trabalha como tal, porque o atual presidente da Lusa, Manuel da Lupa, está trabalhando a meia bomba desde que praticamente livrou a Lusa de rebaixamento no Campeonato Brasileiro com a vitória diante da Ponte Preta em Campinas.

No sábado a noite o presidente Lico está em casa pensando com os seus botões.

Presidente Lico

– Este Manuel ainda me deixou uma greve dos jogadores para resolver. Arranjar dinheiro para o pagamento de salários não é fácil.

De repente toca o telefone.

Voz

– Presidente Lico como vai? Aqui é da rede Globo, precisamos conversar!”

A partir daí a história está a se desenrolar diante de nossos olhos…

*** *** ***

• Estatísticas e probabilidades são meios interessantes de se analisar fatos. Não, não sou daqueles bobos tricolores que se indignaram com as previsões de 99% de chances de rebaixamento em 2009. Números são números. Normalmente – mas nem sempre – não há muitos argumentos contra eles. Pois bem. Acho muito estranho e improvável que, após 370 jogos sem nenhuma irregularidade do tipo (jogador suspenso assinar súmula e ir para o campo), nos últimos 10 jogos do campeonato DOIS clubes tenham cometido o mesmo erro. Sabe a probabilidade disso acontecer “coincidentemente”? Pois é, pois é…

• Sempre vale a lembrança de que a Portuguesa foi uma puta durante todo o campeonato. Envolta em grave crise financeira, deu o mando de campo para quem pagasse. O Flamengo foi um de seus “clientes”. Então, nesse confuso contexto, fica a pulga atrás da orelha: se a Portuguesa de Desportos foi uma puta o campeonato todo, quem garante que não tenha sido também na última rodada?

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: