Início > Brasil, Rio de Janeiro > VIOLÊNCIA ► Agressão a bandido é escândalo nacional, enquanto mais um assassinato de uma PM em UPP passa em branco

VIOLÊNCIA ► Agressão a bandido é escândalo nacional, enquanto mais um assassinato de uma PM em UPP passa em branco

pais_cegoNão vou entrar no mérito específico da questão. Vou sair do micro para o macro. Ou melhor, para um certo ângulo de visão que envolve todo o contexto.

Alguns jovens ditos justiceiros decidiram fazer justiça pelas próprias mãos e estão agredindo contumazes bandidos em certos bairros da cidade.

Um escândalo!

Com a bem-intencionada Yvonne Bezerra de Mello à frente, a mídia e aqueles conhecidos grupos e ONGs de direitos humanos bradam a ameaça da volta aos tempos de barbárie humana na sociedade brasileira.

Ué, mas será que já não revivemos esse tempo há algumas décadas?

O Brasil foi parar nas manchetes midiáticas de todo o mundo com a imagem do bandido espancado e acorrentado no Aterro do Flamengo, parque agradabilíssimo e acolhedor, muito propício a práticas punguistas e criminosas em geral.

Irônica e tragicamente, quase ao mesmo tempo (dois dias depois) mais uma policial foi assassinada no posto de uma UPP.

Ação covarde de bandidos que emboscaram agentes de segurança e tiraram a vida de uma policial e enlutaram sua família.

Crime bárbaro, não?

Bem, aparentemente, não para as Yvonnes e demais correligionários de causas humanitárias da vida brasileira.

Porque não houve repercussão praticamente alguma. Não saiu das editorias policiais.

Como de hábito, nenhuma ONG, ninguém da OAB, nenhuma voz do PSOL ou do PSTU, nenhum editorial do Sindicato de Jornalistas, nenhuma manchete cobrando melhores condições para os policiais em ação ou ao menos prestando solidariedade à família da vítima.

Na terra dos “tadinhos”, violência contra policial é praxe aceitável, contra criminoso, não.

Tadinho do criminoso, não é mesmo?

Dá para parar com essa hipocrisia?

Dá para agir com um pouco de isonomia moral?

Dá para não fazer uso de dois pesos e duas medidas?

Será que o problema é aquela velha falta de melancia para todos?

Ou “o buraco é mais embaixo”, “debaixo desse angu tem caroço” ou qualquer outro clichê que insinue que há alguma motivação escusa nessa escandalosa (porque vira escândalo mesmo) defesa dos diretos humanos de bandidos em contrapartida ao silêncio atordoante quando os diretos humanos de policiais e dos cidadãos vítimas desses bandidos são violados?

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
Categorias:Brasil, Rio de Janeiro Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: