Início > Brasil > BRASIL ► Professores: retrato da (má) educação no Brasil

BRASIL ► Professores: retrato da (má) educação no Brasil

Placa de sinalização para turistas vandalizada por professores

Placa de sinalização para turistas vandalizada por professores

Dizer que o problema da educação no Brasil se resume a falta de investimento ou de infra-estrutura é minimizar um problema muito mais amplo.

O problema da educação no Brasil passa por investimento, infra-estrutura e TAMBÉM por pessoal, pelo nível, pela competência de nossos professores, principalmente nível moral e nível ético.

É o que podemos deduzir dos professores brasileiros, enquanto classe, ao observarmos as ações da categoria em greve no Rio de Janeiro, por exemplo.

São esses sujeitos que vandalizam e chamam jogadores profissionais de futebol de mercenários que “educam” nossos filhos e formam (?) novas gerações de brasileiros.

São sindicalistas que agem usando a população como escudo, como um sequestrador qualquer que faz do refém seu melhor argumento para receber dinheiro e fugir ileso. Não há para mim diferença entre um e outro. A não ser a covardia do sindicalista, normalmente funcionário público, com estabilidade no emprego, sem nada a perder. O bandido “de verdade” ao menos arrisca, “põe o dele na reta”, sabe que sua vida e sua liberdade estão em risco.

E enquanto ele, bandido “de verdade”, assume esse risco em troca do objetivo dele, o sindicalista age protegido por uma estapafúrdia estabilidade funcional (que por aqui se tornou verdadeiro incentivo à improdutividade e à baixa incompetência) e pela desvirtuada premissa de “liberdade de expressão”, acompanhada de argumentos “democráticos” na linha do “se não derem o que a gente quer, vamos ferrar o povo, vamos ficar em greve, paralisar a cidade” e por aí vai…

Isso não é democracia, não é “liberdade de expressão”. É chantagem. É terrorismo.

Qual o maior bandido então? O armado com fuzil ou o armado com a nossa permissiva constituição e que faz toda a população refém de seus caprichos – e de der seu normalmente péssimo serviço prestado?

E vejam que podemos até suspeitar da inteligência, da capacidade de discernimento, ao menos dessa parcela de professores que age assim: estão na rua pedindo dinheiro e criticam quem os recebe justamente, pois trabalham para isso. Será que sabem o significado da palavra “hipocrisia”? Ou ao menos “paradoxo”? Ou simplesmente “respeito”?

Que nível de educadores é esse?

Minha esposa diz que “não”, que “merecem ganhar mais”, que “a maioria não é assim”… Até concordo no micro, em relação a professores que conheço. Conheço ótimos professores, sim, de todas as gradações de ensino. Mas no macro, como um todo, só sinto.

Até porque conheci, também, professores extremamente limitados.

Que os professores merecem melhores condições, inclusive financeiras, sem dúvida. Mas se eles deixam-se ser representados por oportunistas imorais como esses, não podem reclamar de quem julga o cesto inteiro pela maçã podre. Afinal, são esses vândalos que representam os responsáveis pelo ensino no país.

Qualquer argumento válido – e são muitos – que a categoria tenha para justificar suas reivindicações vai para o lixo com ações como a da foto que estampa o post ou a agressão verbal e a quase agressão física a outra classe profissional, a de jogadores de futebol.

Em época de Copa do Mundo, o que só aumenta a sensação de oportunismo barato, um verdadeiro gol contra.

E pior de tudo: antes fossem apenas professores que agissem assim…

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
Categorias:Brasil Tags:,
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: