RSS

HISTÓRIA ► Da série “vale a pena ver de novo?”: “O Dia que Durou 21 anos”, de Camilo Tavares

31 mar

o_dia_que_durou_21_anos

A sinopse oficial, disponível no site da produtora Pequi Filmes, é a seguinte:

Em ritmo de espionagem, o filme revela como o governo dos EUA patrocinou e apoiou golpe militar no Brasil em 1964, derrubando o presidente eleito João Goulart. O filme traz documentos Top Secret recentemente liberados e áudios originais da Casa Branca, Departamento de Estado e da CIA, que revela como embaixador dos EUA Lincoln Gordon planejou o golpe militar com o aval dos presidentes John F. Kennedy e Lyndon Johnson.

No momento em que o país vive novo – e recorrente – risco de um período de trevas, com acintosas quebras de direitos constitucionais e ameaças à liberdade de expressão, o documentário “O Dia que Durou 21 anos”, de Camilo Tavares, lançado em 2013, é imperdível.

Claro, imperdível para quem não se ajoelha para “aquela” história oficial por não confiar nas intenções de quem a conta.

Fartamente documentada, a obra apresenta provas aparentemente irrefutáveis de algo que sempre se tenta – ou tentava – esconder do povo brasileiro.

Mas o mundo mudou e hoje, graças principalmente ao processo de democratização do acesso à informação via internet, uma bandeira dos governos democráticos no planeta inteiro, todos podemos pesquisar em diversas fontes e tirar nossas próprias conclusões.

Ou seja: dá para perceber que “O Dia que Durou 21 anos” não é uma daquelas produções tipicamente realizadas pela grande mídia para reformatar a nossa história de acordo com os interesses dela – ou melhor, de seus patrões.

É possível assistir ao documentário nos canais fechados de televisão por assinatura. Na TV aberta, creio que só as redes educativas o exibiram.

E não, não passou na Rede Globo.

No YouTube há cópias disponíveis para visualização e compartilhamento.

Assim eu posto a seguir um vídeo do documentário, lembrando que apenas reproduzo o que está na grande rede com a finalidade de divulgação e até por interesse público.

Se a publicação incomodar os realizadores, basta entrar em contato que será retirada do post.

O DVD pode ser encontrado à venda pela internet e sugiro a compra por quem se interessar.

Vale a pena tê-lo na estante, em minha opinião.

*** *** ***

Licença Creative Commons
Este trabalho foi licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição – NãoComercial 3.0 Não Adaptada.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de março de 2016 em Brasil, Cinema, História

 

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: